Sociedade Khemita de Estudos - Brasil

Fórum do Grupo de Estudos da SEKHET Brasil


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Lista de Referências Bibliográficas

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Lista de Referências Bibliográficas em Qua Ago 15, 2018 10:50 am

Abaixo, podemos elencar as seguintes fontes:

Etimologia e Origem do termo:

- "Astrologia". Dicionário Oxford de Inglês. Imprensa da Universidade de Oxford
- "Astrologia". Dicionário Merriam-Webster. Merriam-Webster Inc.

Do grego ἀστρολογία ("estrela" + "estudo de").

História da Astronomia

- Primeiras evidências aparecem com as culturas do Homo de Cro-Magnon em marcas de ossos e paredes em cavernas, mostrando os ciclos lunares já há 35 mil anos com registros da influência da Lua sobre marés e rios; Mas é muito possível que tais observações atentem para muitos anos atrás. Esses ossos foram encontrados na África e na Europa. Observavam a associação entre o ciclo menstrual da mulher, a gravidez e as fases da lua, e retrataram padrões formados por estrelas, e a relação entre a Terra, o Sol e as quatro estações. Os Cro-Magnon foram os primeiros astrônomos e criaram as primeiras cosmologias, há mais de 30.000 anos atrás. Fonte: Marshak, Alexander. 1972, As Raízes da Civilização e Rhawn Gabriel Joseph, Ph.D Cosmology.com

- "Mais de 30.000 anos atrás, o Cro-Magnon começou a recriar os céus na Terra em gravuras rupestres, estatuetas e profundas cavernas, ao longo de paredes e tetos, esses astrônomos-artistas criaram representações de 1) a "cruz" que é um antigo símbolo das quatro estações e o solstício de inverno/verão e equinócio de primavera/outono; 2) as constelações de Virgem, Touro, Orion/Osíris, as Plêiades e a estrela Sirius; 3) e as 13 novas luas em um ano solar e, portanto, um elo entre a mulher e a lua." Fonte: Binford, L. (1981). Ossos: Homens Antigos e Mitos Modernos. Academic Press, NY; Binford SR (1982). Repensando a transição do Paleolítico Médio/Alto. Current Anthropology 23: 177-181.
Paleo-Astronomia, David Ignez

Neolítico e surgimento da Astrologia:


Muitas culturas posteriormente deram maior importância a eventos astronômicos, como os indianos, chineses, maias, celtas, egípcios e sumérios, desenvolvendo sistemas elaborados para prever eventos terrestres a partir de observações celestes. Já a partir de 4000 AEC, essas civilizações tinham uma consciência sofisticada dos ciclos celestes.

- Suméria: o período Ubaid (6500 a 3800AEC) é o período mais antigo da Mesopotâmia, antes da cultura suméria. Mas com a astrologia sumério-babilônica é que o estudo e registro dos corpos celestes são encontrados em tabuleiros de argila (3500 a 3200 AEC).

- China: a astrologia chinesa foi registrada na dinastia Zhou (1046–256 AEC).

- Grécia: a astrologia helenística somente após 332 AEC que mesclou a astrologia babilônica com a astrologia decânica egípcia em Alexandria, criando a astrologia horoscópica. A astrologia helenística é uma tradição que foi desenvolvida e praticada especialmente no Egito. Todos os textos e a terminologia técnica foram escritos em grego, sendo praticada até o 7º século EC. Este sistema formou a base de todas as formas posteriores da astrologia horoscópica. Foi em Alexandria que a astrologia babilônica foi misturada à tradição egípcia criando assim, a astrologia horoscopal com o zodíaco babilônico no seu sistema de exaltações planetárias, as triplicidades dos signos e a importância dos eclipses e, juntando a isso, a incorporação de conceitos egípcios de divisão do zodíaco em trinta e seis decanos de dez graus cada, com ênfase nos decanos ascendentes, regência de signos e quatro elementos. Os decanos eram um sistema de medição de tempo de acordo com as constelações. Eles foram orientados pela constelação de Sothis ou Sirius. Os cálculos dos decanos eram usados ​para dividir a noite e o dia em 'horas planetárias'. O primeiro zodíaco horoscopal dessa síntese (alexandrina e babilônica) é encontrada no Egito no século I AEC, no Zodíaco de Denderah.

Bibliografia sugerida:

- Astrologia Egípcia, François Suzzarini
- Astrologia helenística, Wikipedia
- The Celestial River: Identifying the Ancient Egyptian Constellations, SINO-PLATONIC PAPERS, Alessandro Berio
- The Dendera zodiacs as narratives of the myth of Osiris, Isis, and the child Horus, Gyula Priskin
- The symbolism of the Egyptian zodiacs: A new and more complete interpretation, Belmonte Shaltout

Ver perfil do usuário
Segue a versão digital do livro Astrologia Egípcia, François Suzzarini. Boa leitura!

Clique aqui para fazer o download.

Ver perfil do usuário

3 Bibliografia com links em Qua Ago 15, 2018 12:13 pm

Seguem toda a bibliografia com os respetivos links.

- Astrologia Egípcia, François Suzzarini
- Astrologia helenística, Wikipedia
- The Celestial River: Identifying the Ancient Egyptian Constellations, SINO-PLATONIC PAPERS, Alessandro Berio
- The Dendera zodiacs as narratives of the myth of Osiris, Isis, and the child Horus, Gyula Priskin
- The symbolism of the Egyptian zodiacs: A new and more complete interpretation, Belmonte Shaltout (não encontrei versão digital desse, ainda).

Boa leitura, pessoal!

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum